Fechar busca

Digite o nome do produto

Digite o nome do produto e toque em Ir ou selecione um produto da lista.
R$ 0,00

Meu Carrinho

A escolha da embalagem

A escolha da embalagem

No mundo ideal, nossos pratos seriam vendidos em embalagens que se desintegrariam imediatamente após o uso. Ou viriam envoltos em folhas de bananeira. Ainda não chegamos lá: a embalagem que desaparece automaticamente não existe e as folhas, infelizmente, não dão conta do recado.

 

Mas uma empresa precisa ser coerente em suas escolhas. Plástico, portanto, nunca foi uma opção para nós. Ainda que seja do tipo reciclável, a verdade é que o mundo não dá conta de reaproveitar a quantidade monstruosa de plástico que é produzida e descartada diariamente. Não basta optar por uma versão reciclável desse material. É preciso evitar ao máximo o uso dele.

 

Por isso, depois de pesquisar a fundo o assunto e testar diversos tipos de material, optamos pela embalagem de papel-cartão revestido, com uma cobertura de papel kraft. O material é resistente o suficiente para aguentar a umidade e as variações de temperatura. Pode ser aquecido no micro-ondas ou no forno. Essa embalagem também foi submetida a testes rigorosos, que mostram que ela não libera substâncias prejudiciais à saúde, como o BPA, explica Rafael Rosset, sócio da Gráfica Rosset, fornecedora das embalagens da Orgânico Gourmet. E, principalmente, ela não demora centenas de anos para se decompor.

 

Ainda não alcançamos a embalagem dos nossos sonhos. Para acomodar os alimentos com segurança e garantir que a caixa não se desmanche em contato com molhos e outros líquidos, as bandejas têm 10% de poliéster, que não é biodegradável. Mas continuamos nossa busca: com nossos parceiros, estamos de olho em novas alternativas para garantir a segurança e a praticidade dos nossos produtos, de forma cada vez mais sustentável.

 

 

Leia mais: